segunda-feira, 8 de junho de 2015

[Resenha] Love In The Hell



  Hoje venho trazer a resenha dos três volumes do mangá Love in The Hell, lançado pela Editora JBC, aqui no Brasil, nele teremos a historia de Rintarô, que foi mandado para o inferno, para pagar pelos seus pecados, e durante o mangá teremos algumas cenas fortes e por isso ele é recomendado para maiores de 18 anos, então se você é menor não aconselho a ler, mas se ficou curioso, na resenha você não encontrará nada demais, e tudo sem spoiler.


  Rintarô, após ter bebido até ficar muito bêbado, ao sair do bar ele acabou que caindo e batendo a cabeça e morreu! Mas como ele "acha" que não fez nada de errado na sua vida, ele iria para o paraíso, mas imagina a sua surpresa quando ele é acordado por uma Oni, no Inferno?



  Lá no inferno, os pecadores chegam sem nada, completamente nus, mas calma, lá tem uma cidade onde eles podem comprar roupas e comidas, e Rintarô, por enquanto vai ficar usando apenas um iPod,  e antes que vocês perguntem se os pecadores ficam lá pelo resto da "vida", não, eles podem sair de lá assim que pagarem por seus pecados, que é sendo punidos por seu Oni, que cada pecador tem, e além de ganhar sua saída de lá, eles também ganham dinheiro com isso, e quanto mais for a dor mais eles ganham.

  A Oni, encarregada por Rintarô, é Koyori, e esse é o primeiro pecador dela, então pode se dizer que ela é bem inexperiente, e ele irá se aproveitar disso, mas o problema é que se o pecador se diverte ou não sofre muitas punições ele acaba que aumentando os seus pecados, e isso deixa tanto ele como o seu Oni, sem ganhar dinheiro.


  No inferno Rintarô, irá fazer amizade com Yukihiko, outro pecador, mas esse diferente dele adora ser punido e ele é meio que rico pode assim dizer, e vai mostrar um outro lado do inferno pra ele, mas também vai acabar arrumando um emprego pra ele na Amazobie, só que irá durar apenas 3 meses, que é quando os pecadores já acostumaram a ter uma vida "melhor", então agora sem poder mais trabalhar, eles acabam que querendo serem mais punidos para ganhar mais dinheiro.

  Só que Rintarô, não gosta de sentir dor, e vai acabar arrumando outras maneiras de conseguir  dinheiro como lutas de ruas, fazer trabalhos para alguns Onis, entre outros.



  Só que nesse tempo que ele fica lá, Rintarô, vai acabar se apaixonando por Koyori, mas isso é algo sem lógica, já que ele depois de pegar pelos seus pecados vai ir para o paraíso, só que ela também parece estar gostando dele, e isso vai dar uma enrolação.



  E você deve ter se perguntado já que o Rintarô, ta no inferno, qual foi o pecado que ele cometeu? Então, como falei ele não lembra, mas isso vai ser explicado no decorrer dos volume 2 e 3, mas é algo que me surpreendeu muito, e acredito que vai surpreender quem ler também, e só dando uma dica, vai ter ligação com uma garota loira misteriosa que também está no inferno.

  "Esse é mais ou menos o que você encontra nos 3 volumes de Love In The Hell, mas é claro é apenas uma resenha sem spoiler, então esperem encontrar muito mais coisas e surpresas durante a leitura, que para mim foi ótima, teve bastante cenas engraçadas que me fizeram rir muito, e cenas fortes de tortura, mas que da para ler na boa, e em relação as cenas de nudez, eu achei que foram na medida, não mostra muito além de alguns peitos, mas enfim, super recomendo a leitura - para quem já tem 18 anos ou mais."


8 comentários:

  1. Céus! Necessito de ler... Segundo sua resenha parece ser de agradável leitura.
    Parabéns pela resenha.
    Bj. :))
    http://egodeescritor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Cris.

      Eu super recomendo, além de agradável é muito divertida, você vai adorar!

      Abraços.

      Excluir
  2. Ola!
    To rindo demais com a ilustração censurada e tentando imaginar o que tem atras,não curti muito não,achei meio confuso mas se tivesse oportunidade leria
    Beijos!
    http://sonhosdeleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Gabriel!
    Eu preciso ler esse mangá, e olha que nem curto muito. Hahahaha Adorei sua resenha e ri com a censura!
    Com carinho,
    Celly.

    http://melivrandoblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Eu não pude deixar de rir pelo fato de ele achar que iria para o céu. Não curto muito esse lance de céu e inferno, mas o enredo do mangá parece bem original e divertido, quero ler para ontem. Obrigada por me apresentar a obra. <3

    ResponderExcluir
  5. Nunca li mangá, mas tenho muito interesse pelo gênero (se quiser me presentear com algum ficarei bastante feliz) mas voltando ao assunto, a obra é bastante interessante, principalmente o personagem principal por ser bem divertido!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha Lucas, eu é que já aceitando hahahhaha
      Ele é bem divertido mesmo, e a historia dele também é muito boa, recomendo a leitura!

      Abraços.

      Excluir

 renata massa