domingo, 8 de maio de 2016

[Resenha] Pandemônio


Ficha Técnica:

Livro: Pandemônio
Serie: Delírio #2
Ano:
Paginas: 301
Autora: Laurem Oliver
Editora: Intrínseca




  Em um futuro distópico, o amor - deliria nervosa - foi considerado uma doença, mas os cientistas conseguiram encontrar uma cura que deixa as pessoas além de livre do amor, também de qualquer outras emoções ao próximo, resumindo as pessoas se transformaram em zumbis que não sentem nada e obedecem todas as regras ditadas pelo novo governo. Só que isso tem um porém, a cura só pode ser aplicada em adolescentes.

  A historia vai ser focada em Lena, uma garota de 16 anos, que está prestes a ser curada, até então ela estava de acordo com isso, só que isso foi antes de ela se infectar - apaixonar - por Alex. Os dois começaram a ter um relacionamento e como eles não poderiam ficar juntos na cidade eles decidiram que fugiriam para a "selva", onde as pessoas infectadas viviam escondidas.

  O segundo volume tem os capitulos sendo narrados em dois periodos de tempo, o 'Agora' e 'Antes', e vou falar dois dois separados e você pode ler os dois ou apenas um caso não queira pegar algum spoiler.

                                                         -------- Antes ---------

  No final do livro anterior, terminou com Lena e Alex fugindo para a floresta, mas que não acabou dando certo quando eles, ou melhor o Alex foi pego e morto - eu acho - pelos policiais, enquanto Lena fugia sem rumo e sem saber o que fazer.

  Após alguns dias andando perdida pela floresta a beira da morte Lena, é encontrada por Grauna, uma garota de apenas 20 anos, mas que já é líder de um grupo de pessoas na Selva, e é nesse grupo onde ela vai aprender as diferenças entre a cidade dos curados e a Selva.

  Como na Selva, os suprimentos são escassos, todos tem que trabalhar para merecerem comer, mas isso será fácil para Lena com o tempo é claro, só que superar Alex não vai ser, e ela vai ter que conviver com pessoas desconhecidas em uma nova realidade.

   Só que a Selva não é um paraíso, como eu falei lá eles não tem alimentos e medicamentos para todos, eles muitas fezes dependem da caça de animais para se alimentar, sem contar que eles geralmente vivem em ruínas de cidades ou em acampamentos e sempre mudam de local dependendo das estações - inverno e verão -, e quando eles forem se mudar para o Norte, por causa do inverno irão acontecer varias coisas que levaram eles a ficarem no seu limites, e nesse tempo Lena já está mais adaptada a sua nova vida e amigos.

                                               ------------  Agora - -------------------

  Sem termos uma explicação de como aconteceu temos Lena, Grauna e Prego em uma cidade procurando obter informações da ASD, um grupo do governo que visa acabar com os infectados, isso irá nos levar à algo muito mais obscuro do que uma simples busca por informação - ou não.

   Durante um evento da ASD, houve um ataque e Lena acabou sendo sequestrada junto com o rosto da campanha Julian Finegam, o garoto de ouro que por acaso também e o filho do governador. Digamos que essa não vai ser uma boa ideia prender esses dois juntos.

   Como eu falei Julian é tudo o que o governo prega, já Lena é uma infectada pela deliria nervosa, mas após passarem vários dias presos juntos ele pode começar a mudar seus pensamentos, e quem sabe não comesse a se apaixonar também? Mas isso nos levaria a algumas perguntas, Lena já superou o Alex? O que aconteceria se Julian se rebelasse contra o governo? Onde estaria Grauna e Prego enquanto Lena foi presa, e o por que dessa prisão?

   "Delírio foi uma das minhas melhores leituras e estava com muitas expectativas para a sua continuação, mas acabei me decepcionando em partes, com o 'Antes' foi todo muito deprimente e cansativo, não me dava vontade de continuar lendo e o sobre os novos personagens Grauna e Prego? São legais, mas nada tão cativantes como a antiga amiga de Lena, a Hanna que por sinal sumiu nesse volume, só que na parte do 'Agora' foi salva por Julian que consegue te cativar não por seu posto na ASD, mas pelos seus segredos e traumas que descobrimos ao decorrer da historia."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 renata massa