terça-feira, 15 de março de 2016

[Resenha] Gladiador #3 - Filho de Spartacus


Ficha Técnica:

Livro: Filho de Spartacus
Serie: Gladiador
Volume: #3
Paginas: 336
Ano: 2016
Autor: Simon Scarow
Editora: Rocco
Selo: Jovens Leitores



  Marcus, foi feito escravo, assim como sua mãe e teve o seu pai morto. Ele acabou indo parar em uma escola de Gladiadores, onde acabou chamando atenção do Proconsul, Caesar, após salvar sua sobrinha que caiu na arena, enquanto ele lutava contra dois lobos.

   Caesar, comprou Marcus, e o levou para Roma, para ser parte da sua guarda pessoal, mas após ele demonstrar ter muitas habilidades e ter salvo a vida dele, Marcus acabou ganhando sua liberdade e uma promessa de ajuda para encontrar sua mãe.

   As coisas ainda não melhoraram muito para Marcus, mesmo tendo sua liberdade, porque afinal, o que ele sozinho poderia fazer? Então ele ainda estará ao lado de Caesar, embora a revelação do livro anterior, que ele é filho de Spartacus, me deixou curioso em saber qual caminho ele vai trilhar a partir daqui.

  Logo no começo do livro temos a noticia que os escravos estão começando uma rebelião contra Roma, tão grande quanto a de Spartacus, só que essa prometendo a vitória. O que nos interessa é que Caesar foi designado - obrigado -, a liderar uma legião nos montes Alpinos, para acabar com isso.

  Marcus vai ficar meio dividido entre ser parte da rebelião, que procura realizar o sonho do seu pai, ou continuar ao lado de Caesar, que está lhe prometendo encontrar sua mãe. Eu sei, uma escolha difícil, mas que pode mudar completamente tudo.

   O livro continua sendo narrado em terceira pessoal, e isso nós possibilitará termos uma visão melhor da rebelião dos escravos e da legião do Caesar, isso sem mencionar algumas dúvidas de Marcos, em relação as duas, ou mesmo sobre um sentimento que está surgindo entre ele e Portia, a sobrinha de Caesar, que agora se encontra casada.

  “Gladiador, já se tornou uma das minhas series favoritas, nela temos aventuras de tirar o fôlego, a cada novo livro, mas também o autor nos deixa com varias dúvidas no final dos mesmos. Eu particularmente, não apoie a decisão que o Marcus, tomou no final do livro, mas gostei do que pode vir a ter no quarto volume – lança logo -. Enfim, ainda tivemos uma participação maior do escriba Lupus, amigo de Marcus, que vai acabar não sendo tão importante.”


Nenhum comentário:

Postar um comentário

 renata massa